Trabalhos para mochileiros: ideias para fazer dinheiro na estrada

Postado em 18 janeiro 2017

Albergues - Trabalho

O bom e honesto trabalho...

Mesmo você esteja se hospedando em albergues baratos para reduzir os custos, há certos momentos em que o orçamento fica apertado. Como você pode fazer dinheiro suficiente para continuar a sua viagem? Ninguém quer pegar dinheiro da fonte de "Mamãe e Papai" frequentemente, e a escrita e fotografia de viagem – carreiras dos sonhos de muitos viajantes – pode ser brutalmente difícil para gerar dinheiro se você já não tiver uma certa reputação ou alguns bons contatos.

Felizmente, essas não são as únicas opções. Enquanto os blogues que "inventaram" isso tem um grande perfil de mídia, a realidade é que a maioria dos viajantes ganha um trocado através de trabalhos comuns razoáveis. O trabalho pode não ser sempre glamuroso, mas irá te colocar em contato com novas pessoas e com o outro lado da vida do destino de viagem que você escolheu. Há uma seção útil sobre vistos na página  “Resources for Digital Nomads” do blog Legal Nomads de Jodi Ettenberg.

Sem mais delongas, veja agora algumas formas seguras de fazer dinheiro quando as coisas ficarem apertadas...

Trabalhar em um albergue

As pessoas vão e vem para os albergues, mas você sequer já pensou em perguntar se podia se hospedar, trabalhando nele por algum tempo? Eles precisam de pessoas na recepção e no bar, fazendo contas e limpando. Todo o tipo de coisas precisa ser feito para manter um albergue funcionando, então veja se tem alguma coisa em seu conjunto de habilidades que você possa oferecer em troca de um pagamento.

Reis ou rainhas dos mimos

Cortes de cabelo e massagens podem não ser o primeiro pensamento das pessoas quando elas vão para um albergue, mas se você também puder fazer isso se dispondo a trocar experiências ao redor do mundo, faça. Mantenha os preços baixos e as pessoas irão brotar no seu caminho. Sejamos sinceros, quem não quer uma massagem depois de arrastar uma mochila milhares de quilômetros sentado em um trem ou avião por dias?

O especialista em drinques

O principal trabalho dos mochileiros. Se você puder servir um chopp e conhecer da mimosa ao martini, você pode assumir qualquer bar no mundo. Você irá para o centro da ação, aprenda tudo sobre as pessoas ao seu redor e tenha lembranças incríveis.

Breve recado: alguns países pedem que você tenha um certificado para provar que sabe servir álcool legalmente. Os atendentes de bar no Canadá, por exemplo, precisam todos ter um certificado Smart Serve antes de pisarem atrás do balcão de um bar.

Ensine!

Obviamente, ensine o que você sabe. Yoga ou tango, Inglês ou filmagem – se você tem uma habilidade, você provavelmente pode ensiná-la no mínimo a nível básico. Você não precisa saber tudo em detalhes. Se você está disposto a oferecer aulas de conversação em Português, por exemplo, pegue vários exercícios e fontes online para te ajudar, mas muitas pessoas querem ter um falante nativo de Português para praticar.

Converse nos bares locais e ofereça seus serviços – uma aula de yoga de manhã pode abrir o negócio para uma clientela matinal, uma aula de tango no fim da tarde pode atrair multidões quando o local é pouco movimentado. Uma conversa em Português ao anoitecer pode manter o vinho sendo servido em uma terça-feira, quando normalmente não há movimento.

Pegue carona nas comissões

Aborde operadores de turismo locais oferecendo atividades e sugira uma comissão para trazer clientes. Se você tiver o dom de conversar com as pessoas e puder apresentar turistas geralmente bem dispostos buscando as atividades da empresa que você está disposto a recomendar, é possívek conseguir um considerável trocado.

Procure nas habilidades que você já tem e use seus pontos fortes. Se você ainda não saiu de casa, faça um curso de um dia em algo que talvez você sempre quis tentar. Você pode voltar pra casa profissional!