Seis dicas e meias para experienciar as cidades como um morador local

Postado em 19 outubro 2016

Albergues - Experienciando as cidades como um morador local

Quer evitar ser como esses caras? É claro que quer. Continue lendo...

1. Leia a mídia local

Se há uma mídia local disponível em seu idioma, devore-a antes da sua viagem de mochilão. Escolha os jornais ou sites de revistas e mídias sociais. Procure por seções de estilo de vida para saber os melhores locais de comida e bebida, entretenimento e compras. Veja a seção de notícias para estar ciente de qualquer notícia ou evento importante.

Você pode não se deparar com algo que seja imprescindível, mas ler sobre o que está acontecendo na região te coloca no estado de espírito certo para realmente imergir na cultura quando chegar.

2. Pesquise, pesquise, pesquise

Você não vai querer gastar metade do seu feriado em frente à máquinas de bilhetes e mapas de rotas, então pesquise as redes de transporte público antes de ir, incluindo as linhas principais, preços e bilhetes. Se você está interessado em se misturar, não seja AQUELA pessoa que não tem o valor certo da tarifa ou se atrapalha com os bilhetes nas roletas.

Da mesma forma, pesquise pela moda local ou regras de se vestir, e tente levar itens que estejam de acordo. O Pinterest pode ser uma fonte útil para isso.

3. Fique em uma vizinhança residencial

Se você está determinado a entrar no ritmo e cultura de um local, escolher um albergue no centro da cidade pode algumas vezes te afastar disso. Pense só: enquanto em Uptown Manhattan ou West End London são incríveis e repletos de atrações, relativamente poucos nova iorquinos ou londrinos comuns (isto é, que não são super ricos) moram ali.

As vantagens de ficar em uma área residencial longe dos pontos turísticos tem dois lados: você frequentemente poderá encontrar um albergue realmente barato, e também ter uma boa dose de autenticidade. Você irá ficar lado a lado com residentes locais comuns, comer em restaurantes locais e cafeterias e ter uma percepção geograficamente melhor do local do que se você teria se estivesse constantemente indo para noitadas no centro da cidade.

Nós não estamos dizendo que o centro da cidade e arredores não são incríveis, mas não negligencie as áreas distantes ou suburbanas se você quer uma experiência autêntica.

4. Faça um amigo local

Algumas vezes o idioma pode atrapalhar essa ideia, mas você geralmente pode ter uma conversa rápida com um morador local em um bar ou em uma loja (novamente, isso se torna mais fácil em uma vizinhança mais afastada – na verdade, moradores locais em áreas não turísticas irão com frequência ter mais interesse no que você está fazendo ali). Pergunte ao seu novo amigo por sugestões sobre o que fazer ou aonde ir.

5. Fique conectado

Antes de viajar, veja se o seu telefone irá funcionar no local para onde está indo. Se não, considere seriamente usar um celular barato temporário ou um cartão SIM para que você possa se comunicar com seu grupo ou com qualquer amigo local que você faça.

6. Siga algumas 'táticas'

Nós amamos guias de viagem, mas se você quer dicas personalizadas e atualizadas, além de relances de comportamentos locais e senso de humor, siga alguns perfis de mídia social do local em que você está visitando. Twitter, Instagram e Snapchat são particulamente úteis.

Procure por influenciadores em vários setores - gastronomia, moda, cultura - para ter um parecer completo da área. Jornalistas locais são com frequência uma boa forma de começar, já que eles tendem a ser bem antenados. Siga-os, e então veja os seus seguidores e vá ainda mais além.

6.5 Deixe o bastão de selfie em casa

Apenas confie nessa dica, okay?